segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Mapa Interativo das Favelas do Brasil



Luiz Henrique Almeida Gusmão
*Geógrafo e Licenciado pela Universidade Federal do Pará (UFPA)
*Editor chefe e proprietário do Blog Geografia e Cartografia Digital de Belém
*Colaborador em Geoprocessamento e Cartografia no Laboratório de Sensoriamento Remoto na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL)
* Instrutor dos softwares de Cartografia: ArcGis, Qgis, Philcarto, Phildigit e Google Earth Pro.
*Contatos: henrique.ufpa@hotmail.com 
Cursos, Mapas, Projetos, Cartogramas e Consultoria em Geotecnologias - (091) 98306-5306 (Whatsapp)


1. Mapa Interativo das Favelas (Aglomerados Subnormais) do Brasil

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) possui uma plataforma online interativa com dados relativos ao Censo 2010 sobre os "Aglomerados Subnormais", também conhecidos como "Favelas". Há uma diversidade de informações sobre esses espaços do país inteiro, como por exemplo: Domicílios com abastecimento de água, população total residente, população residente por gênero ou cor, média de moradores por domicílio, entre outros. Segue o link abaixo da plataforma. 


Figura 1. Plataforma online do IBGE


1.1 O que são Aglomerados Subnormais ou Favelas?

Segundo o IBGE (2010), os aglomerados subnormais são entendidos como um conjunto constituído de no mínimo 51 unidades habitacionais, "barracos" ou casas precárias, carentes em sua maioriados serviços públicos essenciais como o abastecimento de água por rede geral de distribuiçãocoleta de lixo domiciliar, rede de coleta de esgoto precarização no fornecimento de energia elétricaocupando ou tendo ocupado, até período recente, terreno de propriedade alheia (pública ou particular) e estando dispostas, em geral de forma desordenada e densa. 


Ainda de acordo com o IBGE (2010), unidades habitacionais com urbanização fora dos padrões vigentes, refletidos em ruas estreitas e de alinhamento irregular, lotes e formas desiguais e construções não regularizadas por órgãos públicos, também foram considerados como tal, sendo portanto, características dos assentamentos irregulares existentes no país, também conhecidos como "favelas", "baixadas", "barracos", "palafitas", "vilas", "mocambos", "grota", "comunidade", "ressaca", entre outros termos usados (IBGE, 2010, grifos nosso).


2. SERVIÇOS DE CARTOGRAFIA E GEOPROCESSAMENTO